COMPONENTES AUTO-LUBRIFICADOS EM BRONZE GRAFITADO  -   A grafite tem algumas características particulares que a tornam num excelente lubrificante. Químicamente, é uma das três formas "alotrópicas" comuns do elemento carbono (sendo as outras duas,  o carbono amorfo e o diamante.) Mas, ao contrário do diamante, que tem uma estrutura de cristal tri-dimensional muito densa e forte, a grafite tem uma estrutura de cristal bi-dimensional - forte em duas dimensões mas fraca na terceira.  Os seus átomos estão organizados em camadas paralelas que facilmente se deslocam e descolam,  dando à grafite as suas características deslizantes. Se esfreagarmos o bico de um lápis sentimos como se estivesse oleado. O que sentimos é a camada de cristais que se descola. No processo de auto-lubrificação, é precisamente esse descolamento que faz a lubrificação.

 Assim que as duas superfícies se deslocam uma na outra (ex. o casquilho na guia), uma quantidade de grafite fica depositada na superfície de deslize e desgaste, e actua como lubrificante. Permanecerá na superfície durante bastante tempo visto que a grafite é muito estável, tanto térmica como químicamente. Como é um elemento não pode ser decomposta.  A única situação que pode danificar este processo é a aplicação de óleo lubrificante. Por essa razão, aos componentes grafitados nunca deverá ser aplicado qualquer tipo de óleo. Comercializamos acessórios em bronze grafitado que se ajustam às referências dos acessórios em aço, com os quais irão fazer conjunto. Os acessórios auto-lubrificantes, apesar de mais dispendiosos do que os acessórios convencionais, apresentam a vantagem de estarem permanentemente lubrificados.  Dado que não é necessária lubrificação adicional, em termos de custos relativamente à sua  vida útil e aos ciclos de trabalho, podem tornar-se menos dispendiosos a longo prazo, pois eliminam-se os custos de lubrificação periódica.